No automático

Tem certas falas e boas maneiras que a gente aprende desde criança. Dizer por favor, obrigada, bom-dia, tchau... faz parte do pacote da boa educação. Depois de certo tempo, estas falas devem entrar no automático, sem nunca deixar de serem sinceras. Mas existem umas figuras interessantes...

Conheci na última semana um senhor que foi lá em casa e, ao se despedir, disse "Então, boa viagem!". Fiquei sem saber o que respondia pois eu continuarei em casa por uns bons meses sem nenhuma viagem programada.
No outro dia, falando ao telefone com esta mesma pessoa, ele desligou com um 'Foi um prazer revê-la, Liene'. Novo silêncio constrangedor, pois meu telefone nem tem câmara para imaginar que ele pudesse realmente estar me vendo.

Pra terminar a semana, encontrei o mesmo casal na rua e, após dois segundos de conversa informal (oi, tudo bem? etc e tal), a esposa dele se despede com um "Então, muito obrigada".

???????

3 comentários:

redatozim disse...

belo post e boa páscoa pra vocês

Danuza Falabella disse...

e um próspero ano novo.

Liene Maciel disse...

Shana Tova Umetukah pra todo mundo