Perdeu, playboy. Perdeu.

Faltavam dez minutos para acabar o expediente quando começou a pular na tela do Joãozinho uma mensagem avisando que havia chegado um novo e-mail. O assunto não era nada animador: "Urgente!!!". Pedido com urgência de um atendimento é normal mas, em plena sexta-feira e com três exclamações, só podia ser uma brincadeira.

É claro que não era. O pedido até que era bem simples mas, para alimentar a maldição de sexta-feira, bem demorado. Diagramar 18 páginas de tabelas para um Extrato de Portaria que seria veiculado no jornal de domingo. Enquanto passava o ollho nas tabelas, Joãozinho pensava sobre a noite de quem ele iria estragar. Antes de ele acabar de ver todo o arquivo e chegar a uma conclusão, o estagiário bate em seu ombro e pergunta: "Tem mais alguma coisa pra mim?".

A maldição acabava de se concretizar.

6 comentários:

Helena disse...

Ahahaha vc não era tão mal assim, Edu!

Eduardo César disse...

Não foi maldade Helena. Alguém tinha que fazer o trabalho "sujo". O voluntário só facilitou a decisão.
É verdade que o pedido chegar só naquela hora não foi um ato de bondade. Agora, se a responsabilidade foi do cliente ou do atendimento, isso, nunca saberemos.

Redatozim disse...

só saberemos que o senhor tirou o seu da reta rapidinho, né?

Eduardo César disse...

Não foi por aí. Cada um com sua função. Também já esfreguei muito chão. Mas confesso que é bem melhor poder entregar o balde e vassoura para outro.

Danny Falabella disse...

EU SEMPRE DISSE QUE VC ERA O S - O TERROR DO SION! TAÍ..TA MOSTRANDO O LADO PERVERSO HEIN??? kakkakakkakakakakak isso aí Edu..faça com os outros o que fizeram contigo uma pá de vezes..hihihihi

Eduardo César disse...

Fizeram e muito Danny. Mas não foi uma vingança. É apenas uma questão de hierarquia e uma chance para o menino mostrar serviço.