sah-ee-DARE-a

Lembro-me de uma conversa, dessas de tentar resolver os problemas do mundo, numa mesa de bar quando um bando de publicitários queriam descobrir qual é a vocação turística de BH. Era época de eleição e um cadidato a vereador pregava o aumento do fluxo de turistas a trabalho.

Entre um copo e outro, apareciam várias soluções: "É uma ótima idéia, mas acho que ele deveria combinar antes com os empresários. Precisamos de mais multinacionais na cidade para isto dar certo." "Nós temos a Pampulha." "Não, nosso negócio é ser uma cidade base para os turistas visitarem as cidades históricas."

É claro que, com tanta cerveja, não saíram do lugar. Nem imaginaram que uma solução poderia estar debaixo de seus narizes ou melhor, de seus copos. A sugestão veio de longe. Para quem tiver interesse, vale a pena ler o artigo do New York Times sobre a cidade. http://travel.nytimes.com/2007/10/28/travel/28next.html

Valeu pelo texto Portuga.

4 comentários:

Danny Falabella disse...

Eu li em inglês e em portugues e já disseminei entre amigos gringos que ainda não conhecem aqui. O texto traduzido (publicado via UOL) e o original do NYTimes tem algumas diferenças..mas são bem bacanas.

Eduardo César disse...

O texto é muito divertido. Principalmente a parte que ensina a pronúncia das palavras que não podem faltar na mesa de bar.

Rafael disse...

Legal saber que a indicação do texto deu idéia para um post. Ô saudade da peregrinação pelos butecos daí.

Eduardo César disse...

Não seja por isso, assim que você desembarcar, iremos fazer um peregrinação de reconhecimento.