Café com Arte

Não há mistério em fazer um café expresso na máquina. Basta colocar a quantidade de pó ou grãos indicada pelo fabricante, a quantidade de água, que também é indicada, e esperar.

Joãozinho estava no shopping com sua mulher quando resolveram tomar um café. A cafeteria é nova, o ambiente é bacana e o nome, sugestivo. Pediram dois cafés expressos. Assim que a atendente levou os cafés para mesa, sua mulher, ao olhar, percebeu que eles estavam aguados. A atendente concordou e foi trocar o café. Ao voltar e colocar as novas xícaras na mesa, a atendente falou: "Nossa" e recolheu os cafés, que também estavam aguados. Mais uma tentativa, e desta vez ela consegue 50% de acerto. Um café estava escuro, o outro... bem, o outro foi novamente retirado assim que chegou à mesa sob os olhares espantados do casal. Pouco depois, aparece a atendente com o sorriso de dever cumprido. "Agora sim, este café está bom."

Café com Arte: a arte Joãozinho até entendeu, mas achou que café não tem nada haver com a empresa.

2 comentários:

Danny Falabella disse...

façam como eu e o Maurílio..não tomem café..hehehehehe

Eduardo César disse...

Bem, pelo menos neste lugar, não tomaremos mais.