Mal sinal

Nada como visitar o primeiro templo do consumo de Belo Horizonte para distrair e colocar a cabeça no lugar. Porém, em plena sexta-feira, além de não haver nenhum filme que conquistasse minha atenção, havia sinais de algo inquietante. Nada menos do que 29 lojas fechadas com tapumes.

Está certo que havia meia duzia delas em reforma, mas já não podemos ignorar mais os sinais dos Deuses. Quando acabei a contagem, a imagem de Regina me revelou: "Eu tenho medo".

7 comentários:

Liene Maciel disse...

e olha que o Natal está chegando e o comércio deve contratar mais de 100 mil trabalhadores temporários em todo o Brasil.

Redatozim disse...

Primeiro templo de consumo de BH? Pra mim acho que era o 5a Avenida, mas sei lá...

APPedrosa disse...

Nada, o primeiro templo de consumo de BH é a Galeria Ouvidor!
Du, o blog está ótimo, parabéns.
Ana Paula

Eduardo César disse...

Pois é Li, neste período, eu esperava um aquecimento econômico.

Eduardo César disse...

Acho que cabe uma distinção entre capelas e templos do consumo. Considero o BH Shopping como o primeiro templo. Já o 5ª Avenida e a Galeria do Ouvidor são classificados como capelas. O culto é o mesmo, só muda a grandiosidade do espetáculo. (Obrigado Ana)

Redatozim disse...

Sei não, Edu, eram templos na época. Depois é que encapelaram risos

Eduardo César disse...

Diferentes épocas sim. Mas acho que são, mesmo assim, capelas. Apenas mudou a relevância.