Mailing

Desde escolas oferecendo vaga para o filho que ainda não tenho, até promoções de lojas que nada têm a ver comigo, a não ser a vizinhança, são muitas ofertas desperdiçadas na minha caixa de correio.

Por curiosidade profissional, sempre abro e analiso o esforço desperdiçado. Até imagino qual furada, quer dizer, banco de dados a empresa comprou.  Há dois dias, recebi não só uma, mas duas malas-diretas idênticas que ofertavam o lançamento de um produto que, definitivamente, eu não consumo. 

Para piorar, não havia envelope. Mal coloquei o pé na portaria do prédio,  fui alvo de brincadeiras feitas pelo porteiro devido conteúdo constrangedor da oferta. Envergonhado, li a etiqueta e comprovei que não havia engano. Realmente, aquilo me era endereçado. Enquanto esperava o elevador, ainda ouvindo os risos do porteiro, passei a ler o conteúdo. Bastou alguns segundos para o constrangimento tomar ares de satisfação.

Não só me enviaram os convites em dobro, como o lançamento do livro do Atlético Mineiro, para o qual eu estava sendo convidado, tinha a data do dia anterior. Nem perdi meu tempo amaldiçoando o banco de dados que permitiu tal ofensa. Fiquei feliz em imaginar que talvez a pessoa responsável pela compra de mailing possa ser a mesma pela de jogadores. 

Estou torcendo por isso. Em dobro.

4 comentários:

Redatozim disse...

Ora, Edu, que ingratidão. Vocês na Libertadores por nossa causa e ainda fica falando assim.

Eduardo César disse...

Nem vem Maurilo. O Cruzeiro está na Libertadores graças aos pontos obtidos no campo ao longo do campeonato. A necessidade de uma derrota do Palmeiras, na últmia rodada, foi apenas um detalhe para manchar nossa conquista (de consolação).

Danny Falabella disse...

kakakak adorei..mas que pqp! meu irmão é cruzeirense como vc e teria tido uma síncope só de tocar a maldita mala direta..hihi mas o pior é que enquanto lia seu post nunca poderia imaginar que era isso..qdo vc mencionou constrangimento já fui logo pensando naquelas ofertas de aumente seu pênis..kakakaka sem ofensas Edu! hihi

Eduardo César disse...

Pô Danny aí você me quebra. Mas a oferta que recebi foi tão obscena quanto a que você imaginou.