Apesar de tudo, eu ainda tenho esperança

Em breve, haverá em Belo Horizonte um congresso de uma área da saúde que pretende reunir 4 mil congressitas. Nada fora da realidade, considerando que dentre os palestrantes estarão alguns dos melhores profissionais da área.

Um amigo, profissional desta área, foi convidado por sua entidade de classe a fazer parte da comissão de divulgação do evento. Empolgado, ele me procurou para saber se a agência tinha interesse em prestar o serviço antes mesmo de discutir este assunto com a associação.

O tempo passou e eu não obtive resposta. Meses depois, encontrei meu amigo. Antes de me cumprimentar, ele já estava rindo. "Lembra do congresso que te falei? Pois é, eles querem que eu cuide da divulgação. E quando eu perguntei qual seria meu material de divulgação, você não vai acreditar na resposta". "Sua voz?", brinquei rapidamente.

Sem parar de rir, ele confirmou meu temor. "Eles me pediram para ligar pros meus amigos da área". Haja telefone.

4 comentários:

Liene Maciel disse...

Isso é que é acreditar na propaganda boca a boca!

Eduardo César disse...

Oh se é. Mas podem ser outras coisas também que eu não mencionarei aqui.

Danny Falabella disse...

puts..haja boquinha..boquete..ooops..foi mal Edu..hehehe

Eduardo César disse...

Que isso Danny? Não precisa se desculpar. Fique a vontade, sem cerimônia.