Vai um jabá aí?

Na linguagem da comunicação, jabá é aquele 'agradinho' que o jornalista recebe de uma empresa ou de uma fonte; ou que uma rádio recebe para tocar determinado cantor. Mas antes de esta palavra entrar no meu vocabulário com este significado, ela entrou na minha vida pelo caderno de receitas. E por um 'mico' gigante no Mercado Central.

O tio de uma amiga nos passou uma receita de caldo de mandioca simplesmente divino, que ele sempre fazia nas festinhas de dias frios. Pimentão, cebola, mandioca, bacon, temperos e... carne de jabá. "Açougue que tem carne para feijoada tem carne de jabá", garantiu-nos o tio.

Por algum motivo (talvez medo de descobrir que bicho estranho era esse que dava o toque de Midas no caldo) não perguntamos a ele o que seria esta carne de jabá. Dispostas a fazermos nós mesmas a receita, baixamos no Mercado Central com a receita nas mãos. Depois de comprar meio quilo de carne de jabá, já íamos saindo do açougue quando não me contive mais (para mim, era melhor saber o que eu estava comendo do que comer na ignorância e deixar a imaginação solta). "Moço", perguntei ao açougueiro, "como é um jabá? Que bicho que ele parece?".

O açougueiro fez questão de repetir a pergunta em voz alta para que todo o açougue parasse pra rir da nossa cara. "Menina, é carne de vaca mesmo". Lembro-me de rir também, ficar vermelha como o pimentão da sacola, e sair de fininho enquanto ouvíamos as gargalhadas dos açougueiros. Até hoje imagino se mais gente faz esta pergunta ou se aquelas duas meninas com uma receita nas mãos desvendando o Mercado o fez rir por mais tempo.

A internet chegou ao mundo dos mortais e pude, então, pesquisar o que significa a tal carne de jabá:

Carne-seca - Passa por processo de secagem como o da carne-de-sol, mas recebe mais sal e é empilhada em lugares secos. Precisa ser constantemente mudada de posição para que seus líquidos evaporem. Depois é estendida em varal, ao sol, até se desidratar completamente. É também chamada de charque, carne-do-ceará ou jabá.

Diferente da Carne-de-sol:
Carne-de-sol - Carne que passou por processo de secagem. O preparo requer que seja ligeiramente salgada e colocada em lugar coberto e ventilado, o que exige clima seco, como o das regiões do semi-árido do nordeste brasileiro (mas pode ser feita em outras regiões quentes). Com essa técnica a carne ganha uma casca protetora que a conserva internamente úmida e macia.


10 comentários:

APPedrosa disse...

ahahah, eu lembro muito desse dia! E não éramos duas meninas, éramos três (esqueceu que a terceira ainda existia naquele tempo?) e depois fomos comprar um conhaque vagabundo e uma cachaça mais vagabunda ainda para as bebidas. E o moço da loja: "vocês vão levar isso mesmo?".

Nivs disse...

Já sei que animal é o jabá, Liene... é um mico, hehe. Um mico ótimo para se contar depois. Tudo vira piada e, por isso, é sempre divertido. Adorei o 'causo'!

redatozim disse...

ah, Liene, você parece o Jonio que, ao ir às compras parava as donas de casa e perguntava: "isso aqui é rabanete? Ah, é rúcula!"

Liene Maciel disse...

Aninha, eu tinha me esquecido do final das compras, com a saga das bebidas rs... Ainda bem que meu gosto etílico melhorou, senão já tinha tido uma cirrose.

Liene Maciel disse...

Nívea, acho que o período de faculdade é o tempo mais propício para pérolas e micos na vida da gente, né não?

Liene Maciel disse...

Ah, não, Maurilo! Não é tanto assim também não. Eu até diferencio bem abobrinha de pepino. O lance é que jabá não é um bicho comum lá de onde eu venho rs...

RAFAEL PORTUGAL disse...

Hahahaha!
Pra vc se sentir melhor e rir de um caso parecido - mas mais grave, hehehe... Pois tenho um tio que sempre sai pra pescar com amigos nas férias e pescou um peixe muito grande e levou de volta pra BH e o entregou pra minha tia. Como o peixão não cabia inteiro no freezer, ela teve que levar o bicho pro açougue para poderem serrar e cortá-lo em postas. Daí o açougueiro falou: - O dona, que peixe mais bonito, grande, a senhora não quer me dar um pedaço não? Daí ela respondeu na maior inocência: - Dou só se for o rabo.
Imagine a gargalhada geral no recinto...

danny falabella disse...

podia ser pior...imagina o cara gritando: é testiculo de gambá, dona..hehehe

Liene Maciel disse...

kakakaka, Fael... coitada da sua tia! Fiquei vermelha por ela.

Liene Maciel disse...

Danny, não quero nem pensar. Sua imaginação me assusta! rs...