Efeito colateral ou oportunidade de negócio?

Segundo pesquisa do IBGE (no site do UOL), a taxa de casamento no Brasil voltou a bater o recorde de 1995. Foi constatado que o número de pessoas que buscam a união estável tem crescido desde 2003 e a taxa de casamento (número de casamentos dividido pelo número de habitantes multiplicado por mil) voltou a atingir o pico de 6,7 no ano passado.

E para quem aposta que o casamento não é uma união tão estável assim, o próprio Uol mostra uma boa oportunidade de negócio. Uma doceria britânica criou bolos para comemorar a separação judicial. Nada mais oportunista.

É só fazer as contas, a taxa de casamento começou a crescer em 2003. Isso quer dizer que a crise dos 7 anos ocorrerá exatamente no ano que vem. Tempo suficiente para quem tenha dotes culinários e uma pitada de bom humor abrir o negócio e aproveitar o mercado.

Imagens dos bolos criados pela Pink Rose Cakes. Tem tudo para funcionar no Brasil.

Um comentário:

Danuza Falabella disse...

o meu durou exatos 9...afff....