A diferença é pequenininha.

Alguns corretores de imóveis têm dificuldades em entender algumas especificações. Quando um cliente pede para ver somente apartamentos acima do 4º andar, para maioria das pessoas está claro que o primeiro, o segundo, o terceiro andar e, principalmente, o subsolo estão fora de questão.

Mas os corretores não entendem assim. Na verdade, o desejo do cliente não tem a menor importância o que vale é empurrar os apartamentos que estão no portifólio da corretora.

- E olha, Joãozinho, o valor deste apartamento maravilhoso é só XXX mil. E aí vamos formalizar uma proposta?
- Mas... Corretor, este apartamento está 200 mil a mais que a faixa de preço que eu te falei.
- Mas veja bem, Joãozinho, a diferença é muito pequena, pequenininha. É só você financiar. Vamos falar com o gerente agora para fazer sua proposta.
- Proposta eu não vou fazer, não. Mas vamos lá falar com o gerente. Se para você 200 mil é pouco, eu vou é pedir um emprego.

4 comentários:

APPedrosa disse...

Da próxima, faça a proposta: eu pago o que eu tenho e o corretor completa a diferença para não perder o negócio. É pequenininha!

Eduardo César disse...

Deveria ter pensado nisso.

danny falabella disse...

eu não gosto de generalizar..mas na minha concepção, a grande maioria dos corretores é sinônimo de chute no saco. detesto...

Eduardo César disse...

Procuramos comodidade, encontramos dificuldades. Isto resume minhas experiências com corretores.