Vale rezar

O setor de livros religiosos foi o que mais cresceu no último ano, segundo estudo da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas. Enquanto o setor como um todo cresceu 13%, o número de livros religiosos vendidos aumentou cerca de 40% comparando 2010 com 2009. Mérito para Ágape, do padre Marcelo Rossi, que sozinho é responsável por mais de 5 milhões de cópias vendidas.

A pesquisa foi encomendada pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros e pela Câmera Brasileira do Livro. Outra notícia boa da pesquisa é que o preço médio do livro caiu 3,5%. Pouco. Mas já é alguma coisa...

Não li e não posso comentar. Alguém leu?

2 comentários:

duanemaciel disse...

eu li! realmente é um livro muito bonito e com ensinamentos lindos.
não é um livro chato de auto-ajuda ou religioso..é uma livro sobre o sentimento mais sublime, o amor.

Liene Maciel disse...

então não é à toa que deu tanto certo.