A primeira impressão

Fim de tarde de sexta-feira, já completamente esgotado pelo peso das horas amontoadas nos ombros, reparo o insistente pisca-pisca do MSN procurando minha atenção. Lá, um amigo da escola pergunta como se o tempo não houvesse passado.

- Você se lembra da Grolsh beer?
- Groxi... o quê?
- Grolsh beer. Aquela cerveja com gosto de azeit...
Antes de terminar a leitura as lembranças atravessaram a linha do tempo e invadiram minha mente com uma velocidade espantadora . Sim, eu me lembro da cerveja com gosto de azeitona. Durante 14 anos, a lembrança daquele sabor ficou lá, escondido em algum canto ermo e escuro do cérebro, onde é melhor nem entrar.

Estávamos em Cabo Frio, uma galerinha com pouco dinheiro em busca de mulher, praia e diversão. Era auge da arbertura de mercado promovida pelo até então "caçador de marajás". Naquela época, produto importado ainda era sinônimo de qualidade. Tinhamos acabado de chegar na cidade e fomos ao mercado providenciar nosso estoque de cerveja.

Não me lembro mais se era a única disponível, mas com certeza era a cerveja mais barata daquele mercado. Compramos caixas, torcendo para que fossem o suficiente para a temporada. Mais tarde, quando as latinhas já estavam geladas, fizemos o primeiro brinde daquelas férias. Silêncio. Todos olharam para sua própria lata e depois uns pros outros e depois 5 gritos ecoaram em uníssono.
- Puta que pariu!
A cada caixa, uma nova e falsa esperança de que fosse diferente das anteriores. Pela primeira vez na história, sobraram cervejas na geladeira.

Mas porque diabos, ele lembrou desta cerveja? De volta ao texto no msn, vejo que meu colega publicitário, que por acaso acabara experimentar a dita cerveja novamente, tentava me convencer de que naquela época tivemos o grande azar de comprarmos um lote que estava deteriorado.
- A cerveja é muito boa. Vamos tomar umas para você ver. Você não vai acreditar...

Embora curioso, ainda não aceitei o convite. Estou digerindo a idéia, mas descobri que as lembranças ainda não foram bem digeridas. Gosto de cerveja e de azeitona. Mas sem dúvida nenhuma que prefiro cada uma em sua embalagem. Quem sabe na próxima?

6 comentários:

redatozim disse...

Ah, vai, a Carlsberg é amarga, mas é bem boa.

RAFAEL PORTUGAL disse...

Pelo visto a viagem não deu muito certo... pra vcs se lembrarem da cerveja e não das mulheres... hehehe. Vai aí cerveja com abricot, pêssego (dizem que é pras meninas, que tem na França também) calda de mapple, café, chocolate (???) e... até maconha? Se gosta de uma boa cerveja com gosto de cerveja, nem queira provar. Pros canadenses, acho que até essa com gosto de azeitona ia descer bem.

Eduardo César disse...

Bem Maurilo, você é a segunda pessoa que fala bem desta cerveja. Vai ver foi mesmo um puta azar, um problema na conservação do produto pelo mercado. Mas vem cá, por vias das dúvidas antes que eu vá tirar a prova, você também fez algum trabalho para esta marca?

Eduardo César disse...

Rafael, a viagem foi até muito bacana. Mas, pelo atual estado civil de cada um dos envolvidos, é mais seguro lembrar apenas da cerveja estragada mesmo. Agora, cerveja com abricot e pêssego não rola nem pagando Calda de mapple e chocolate com cerveja? Cara, não consigo nem imaginar. Para mim, estes ingredientes só servem para licores. Só fiquei curioso em saber como seria curtir uma ressaca destas cervejas. Deve ser duro.

Anônimo disse...

Bruno Portela disse:

Só alguns detalhes: a viagem foi boa, a cerveja era GROLSCH http://www.grolsch.com/ e não Carlsberg, não trabalhei para ela recentemente, mas voltei a experimentar e é realmente boa e, curioso, me casei com a mulher que me desejou "juízo" àquela viagem...

Estou tentando fabricar cerveja artesanal e a minha primeira tinha gosto de enxofre. Quem sabe uma essência de azeitona ajude?

O convite para experimentar ainda está de pé!

Eduardo César disse...

Cara, só posso ter bebido... e os nomes não são nada parecidos (já fiz a correção no texto). Aceito o convite e ainda quero experimentar a que você está fabricando. Mas acho vou esperar a segunda leva. Pode encomendoar a essência de azeitona.