Meu carro não é filé

Natal, tempo de festas, confraternização e principalmente de caixinhas.

Para algum desavisado caixinha não é sinônimo de presente. Ela é literalmente uma caixinha que geralmente é carregada por todas as esquinas onde há um sinal de trânsito em Belo Horizonte em busca de uma moeda. Elas também podem ficar em cima de um balcão de uma loja, da recepção do seu prédio, enfim, em qualquer lugar onde há um fluxo constante de pessoas.

Mas, o mais interessante não é a caixinha em si . Na verdade, são os seus portadores. Eles oferecem a caixinha como se prestassem um grande favor e alguns se revoltam quando gentilmente recusamos.

Joãozinho mal parou seu carro no sinal e um bando de garotos correram em sua direção sob a observação de dois adultos sentados na calçada.
- Moço, colabora com a minha caixinha de natal?
- Hoje não, meu amigo.

Assim que ouviu a resposta, o portador da caixinha se virou para os adultos e gritou:
- Dá até raiva. É por isso que eu falei que só queria ir em carro filé.

4 comentários:

danny falabella disse...

kakakaka....que foda hein? Mas melhor assim. Que todos os pivetinhos vão encher o saco de quem tem carro filé..hehehe eu, com meu UNO 2008 não tô inclusa obviamente. Ufa. por este critério me livrei da caixinha.

Eduardo César disse...

Danny, esse é só um dos critérios. Lamento informar que não há como se livrar da caixinha.

redatozim disse...

ano que vem vc compra uma bmw e nega caixinha só pra ele aprender

Eduardo César disse...

Dá vontade Maurilo. Mas, para comprar uma BMW, eu também terei que fazer uma caixinha. Ou melhor, uma baita de uma caixona.