Sem comparação

O atual mêtro de Belo Horizonte para 2.412.937 habitantes (IBGE - 2007).


O de Buenos Aires para 2.776.138 habitantes (INDEC - 2001)


As linhas de metrô do Cairo para 6.789.479 habitantes (CAPM -2006)


O projeto para expandir o mêtro de BH. Devemos manter a esperança?

4 comentários:

danny falabella disse...

esperança é a última que morre....mas tb morre...hehehe

Eduardo César disse...

Por enquanto, tento mantê-la viva.

Saulim disse...

A comparação é ilusória. O metrô de Buenos Aires funciona MAL, PESSIMAMENTE MAL. Eu nem tomo mais, e responsabilizo esse metrô pela minha claustrofobia. Uma coisa é olhar um mapinha. Outra coisa é morar em Buenos Aires. Achei interessante o que o desconhecimento faz com as conclusões a que vc chega. Pq depois de morar muitos anos em Buenos Aires e realmente conhecer do q estou falando, estou indo pra BH feliz da vida!

Não compare alhos com bugalhos. Se fôssemos falar em riqueza então, Buenos Aires estaria pior ainda. Sabe qual o problema? A Argentina não tem nem nunca teve dados confiáveis. Quando quiserem comparar o Brasil com qualquer outro país, escolham algum com DADOS confiáveis. Não só não são confiáveis na Argentina como tb são mentirosos e instrumento político de populismo, escondendo as misérias do país para a população. E ainda tem brasuca que acredita. Recomendo ler este site que achei outro dia: www.cartasargentinas.com
O melhor é que não baba ovo da Argentina.
Abraço!

Eduardo César disse...

Saulim não fiz uma comparção sobre a qualidade do serviço prestado pelos metrôs, que é bastante relativo e depende do dia e do horário, e sim sobre o tamanho e quantidade de suas linhas.

Realmente não morei em Buenos Aires e mesmo assim não a considero uma cidade melhor do que Belo Horizonte, onde moro.

Comparei as linhas de metrô de BH com uma cidade da América do Sul e uma da Africa que têm um PIB semelhante ou até mesmo inferior do que o da capital mineira com a intenção de enfatizar a necessidade da ampliação de nossas linhas de metrô.

Não fiz a comparação com as linhas de metrô de Londres e de Madri, cidades que eu considero que tenham um sistema de metrô bem mais eficaz do que o de BH, pois PIB dessas cidade é superior ao da capital mineira.

A frase final sobre manter esperança é porque vários projetos foram apresentados para melhorar a cidade do Rio de Janeiro até o início dos jogos Pan-americanos de 2007 e nem todas foram realizadas. A minha esperança é que o projeto de BH realmente saia do papel até a Copa do Mundo no Brasil.